Projetos de Pesquisa dos Docentes do PPGEDUCS

Título: Origens sociais, oportunidades educacionais e políticas públicas
Coordenador: Cássio José de Oliveira Silva
Data de Início do Projeto: 02/08/2021
Linha de Pesquisa: Políticas públicas e gestão
Resumo: Este projeto de pesquisa tem como objetivo geral compreender, por meio da análise de dados educacionais, algumas características envolvidas na distribuição e circulação do conhecimento escolar entre os estudantes de diferentes origens sociais na cidade de Pouso Alegre – MG. Para isso, a pesquisa se concentra na análise da segmentação da oferta do Ensino Médio entre as redes públicas estadual, municipal e federal de educação técnica e profissional (IF Sul de MG) e da rede de escolas privadas; procurando construir evidências sobre as possíveis influências desta segmentação no desempenho dos estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2019 e, consequentemente, nas oportunidades educacionais que o exame engendra. Como sugere uma parte da literatura envolvendo a interface entre educação, conhecimento e sociedade, a análise dos dados do ENEM lança luz sobre alguns aspectos importantes no que diz respeito aos desafios colocados tanto para a melhoria da qualidade da educação básica no Brasil, como para as oportunidades educacionais existentes no Ensino Superior. Com esse escopo investigativo, o projeto de pesquisa pretende analisar as influências das origens sociais nas oportunidades educacionais dos estudantes, bem como o papel das políticas públicas para uma educação com qualidade social.

Título: Linguagem e Escola: sujeitos (d)na liderança
Coordenador: Diego Henrique Pereira
Data de Início do Projeto: 12/08/2021
Linha de Pesquisa: Ensino, Linguagem e Formação Humana
Resumo: Entende-se que o espaço escolar é formado por um sistema aberto, composto por sujeitos, cujas relações são atravessadas pela Linguagem e suas derivas; produzindo assim efeitos emocionais, sociais, culturais e ambientais, gerando assimetrias e conflitos. Portanto, é nessa não linearidade é que este projeto de pesquisa se edifica, buscando em sua essência compreender os movimentos produzidos acerca da liderança e seus discursos que atravessam diferentes funcionamentos produzidos na Escola, sejam por posições-sujeito institucionalizadas, ou por outras. Tendo como o processo de ensino-aprendizagem a alavanca que impulsiona a Educação - digo ensino-aprendizagem pelo deslocamento que desestabiliza o ciclo da informação -, batimento entre a Administração e a Pedagogia torna-se um desafio ao fazer Escola, afinal, independentemente da posição ocupada, produzir equilíbrio em meio a essa tensão, torna o trabalho da Educação ainda mais desafiador. Tal projeto irromperá as barreiras acadêmicas e chegará aos diferentes espaços escolares, produzindo discussões e elaborando saberes acerca do fazer Escola.

Título: Educação como garantia da dignidade humana
Coordenador: Rodrigo Rios Faria de Oliveira
Data de Início do Projeto: 02/08/2021
Linha de Pesquisa: Políticas públicas e gestão
Resumo: O presente projeto de pesquisa busca discutir a educação como um direito fundamental da dignidade humana no Direito Fundamental Social, evocando os regulamentos internacionais, as normas educacionais e, sobretudo, a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 para a sua efetivação. Estando, dessa forma, institucionalizados os direitos e garantias do ser humano, o direito à educação encontra-se incluído em Direitos Fundamentais, o qual tem como finalidade primordial o respeito à dignidade, onde o Estado tem o dever de garantir as necessárias condições para o seu pleno desenvolvimento. Alguns dos objetos a serem ocupados nesse projeto: informação-conhecimento; políticas educacionais no Brasil; educação pública como um Direito Social; Educação e democracia; judicialização da Educação, entre outros temas pertinentes.

Título: Ensino, avaliação e outras práticas discursivas em análise
Coordenador: Atilio Catosso Salles
Data de Início do Projeto: 01/02/2021
Linha de Pesquisa: Ensino, Linguagem e Formação Humana
Resumo: Esse projeto de pesquisa visa compreender como fatos de linguagem, tais como a avaliação escolar, a leitura, o texto e os processos de ensino-aprendizagem produzem efeitos não só em práticas discursivas como também nos modos de existência, afetando, fortemente, as subjetividades contemporâneas: demandas diversas nas formas de ensinar, de elaborar uma avaliação, tecer um texto e ocupar os espaços públicos e privados, como o da escola, das bibliotecas etc. O estudo da língua(gem) em funcionamento em práticas sociais é questão importante, pois possibilita tomar a questão do ensino, da avaliação, para além da ideia de que o ensino seria fruto de mera aplicação de técnicas.

Título: Educação e Práticas no Cotidiano
Coordenadora: Camila Claudiano Quina Pereira
Data de Início do Projeto: 01/02/2020
Linha de Pesquisa: Ensino, Linguagem e Formação Humana
Resumo: Este projeto de pesquisa tem o objetivo de desenvolver, discutir e argumentar sobre questões relacionadas à Educação no “lugar”, no território ou, mais precisamente, no cotidiano. Esta prática, comum nas Ciências Sociais, tem-se tornado recorrente em todos os níveis de ensino e modalidades, e implica na necessidade da inserção do/a pesquisador/a no contexto de vida das pessoas nos respectivos territórios, apreciando a diversidade de acontecimentos psicossociais e educacionais que ocorrem nos microlugares, dentre eles o ambiente escolar, a comunidade e o trabalho. E também compreender as práticas educativas no contexto das políticas públicas de Saúde e Assistência Social. Com enfoque na pesquisa social, serão priorizadas questões éticas e morais que atravessam o cotidiano escolar e não escolar e que produzem efeitos, como as desigualdades sociais, violência escolar em suas mais diversas manifestações, questões de gênero e formas de discriminação e exclusão social. Do ponto de vista conceitual, propomos estudar a noção de vulnerabilidade, exclusão, fracasso escolar, desigualdades, diversidade, inclusão e justiça social, conciliando com a perspectiva dos Direitos Humanos e Educação.

Título: Eduling – Educação, Linguagem e Formação
Coordenadora: Joelma Pereira de Faria Nogueira
Data de Início do Projeto: 08/03/2021
Linha de Pesquisa em que se inscreve: Ensino, Linguagem e Formação Humana
Resumo: Este projeto tem por objetivo pensar a linguagem e a educação nos processos de formação em diferentes áreas do conhecimento. Busca-se enfatizar a importância da linguagem na tradução de objetos, imagens e comportamentos, ao afirmar que “o mundo dos significados não é outro senão o da linguagem” (BARTHES, 1977, p. 12). Nessa direção, interessa-nos conduzir estudos e pesquisas que tomem como objeto o processo de formação do aluno/pesquisador/participante/professor atravessado pela linguagem. Nessa direção, retomamos Wittgenstein, ao afirmar que “o homem possui a capacidade de construir linguagens com as quais se pode exprimir todo sentido”. Buscamos, aqui, estabelecer como lócus de pesquisa e investigação os mais variados contextos, sejam eles educacionais, sociais, de trabalho ou qualquer outro modo de interação onde se possa sondar os processos de formação por um viés educativo. Participam deste projeto acadêmicos e profissionais de diferentes formações e áreas do conhecimento.

Título: Imagens da Lei: arte, direito e sociedade
Coordenador: Rafael Lazzarotto Simioni
Data de Início do Projeto: 05/03/2021
Linha de Pesquisa em que se inscreve: Políticas Públicas e Gestão
Resumo: Esta pesquisa objetiva analisar a relação entre direito, educação e políticas públicas por meio de uma abordagem inovadora: as diferentes formas de representação artística dessa relação na história da arte e, em especial, da arte latino-americana. No âmbito das democracias constitucionais, a questão da relação entre direito, educação e políticas públicas não é apenas de eficácia ou de legalidade, mas também de legitimidade e participação democrática. As artes visuais constituem um espaço diferenciado de produção de sentido dessa relação que, na forma de diálogos entre textos e imagens, esta investigação pretende explorar. Para tanto, a pesquisa privilegia abordagens guiadas por diferentes aportes teóricos de observação, dentre os quais, sem exclusão de outros, Giorgio Agamben, Niklas Luhmann e Quentin Meillassoux são de maior interesse. Como resultado, espera-se a geração de produtos bibliográficos, técnicos e orientações acadêmicas de impacto na cultura científica da área e ações de natureza extensionista à comunidade de abrangência do Programa.

Título: Neuroeducação no ambiente escolar: um novo olhar pedagógico e as potencialidades do ensino baseadas no cérebro
Coordenador: Ronaldo Júlio Baganha
Data de Início do Projeto: 05/03/2021
Linha de Pesquisa em que se inscreve: Educação e tecnologia: inovação, ferramentas e processos.
Resumo: Tradicionalmente a neurociência é considerada como área biológica, que estuda o sistema nervoso (SN), entretanto como ciência interdisciplinar tem colaborado com diversas áreas e dentre ela a Educação. Sabe-se que o ensinar e o aprender ocorrem em velocidades e momentos distintos e assim, estreitar o entendimento da neurociência se torna essencial e imprescindível para o docente do futuro. O objetivo do presente estudo é avaliar o conhecimento dos docentes do ensino fundamental um, dois e do ensino médio sobre as bases neurobiológicas do aprendizado. Conhecer o funcionamento do sistema nervoso central, as diversas áreas e suas responsabilidades no aprender é o ponto central, pois assim os docentes poderão utilizar de estratégias para motivar, favorecer a atenção e colaborar para um aprender mais dinâmico, eficiente e prazeroso. O escopo desse projeto está associado à linha de pesquisa Educação e tecnologia: inovação, ferramentas e processos.